Alberto Lopes Cançado nasceu em Pitangui, Minas Gerais. Começou a tocar cavaquinho e violão ensinado por sua mãe aos cinco anos de idade.

Mudou-se para Belo Horizonte e com seis anos passou a acompanhar os irmãos mais velhos, também músicos, cantando em matinês de bailes. Aprendeu acordeom, bandolim e piano. Porém, o violão e a guitarra foram os instrumentos que sempre o atraíram. Aos 18 anos, começou a tocar profissionalmente e conheceu os músicos que formavam o Clube da Esquina. Desde 1986, como guitarrista se apresenta ao lado de músicos brasileiros como: Hermeto Pascoal, Nivaldo Ornelas, Beto Guedes, Lô Borges, Toninho Horta, Tavinho Moura, Milton Nascimento e Fernando Brant, entre outros.

Fez parte do projeto Convite Instrumental (1992), do BDMG – Cultural, com o saxofonista Idriss Boudrioua como convidado. Participou do Free Jazz ao lado de Túlio Mourão (1990) e acompanhando Flávio Venturini (1992). No Heineken Concerts, tocou ao lado de Lô Borges, Andy Summers, Milton Nascimento e Uakti e viajou pelos EUA em turnê com Lô Borges (1996) e foi um dos quatro vencedores do III Prêmio BDMG – Instrumental em 2003. Em 1989 lançou em vinil o disco “Rua Um” , em 2003, o CD “Miragem” e, em parceria com Wilson Lopes, em 2006, o CD “Nossas Mãos – Homenagem ao Clube da Esquina”.